O SEU NOVO CLUBE DE BRIDGE

Constituído como Associação Desportiva sem fins lucrativos, o Clube de Bridge B4F é já uma realidade. Até ao momento, contamos com 65 sócios e 59 praticantes licenciados, números que não deixam margem para dúvidas quanto à boa receptividade do nosso projecto junto da comunidade bridgística.

Se quiser dar-nos o prazer de se associar à família B4F, disponibilizamos os impressos que deverá preencher. A ficha de licenciamento na FPB deverá ser assinada pelo praticante. No caso de se licenciar pelo B4F e, simultaneamente, quiser ser sócio do Clube, basta apenas preencher a ficha de licenciamento.

licenciamento na FPB

ficha de sócios B4F

QUADRO RESULTADOS

 CONSULTÓRIO BRIDGE

2009

2010

Apresentação do Clube B4F

Introdução
Janeiro de 2010 marcou o aparecimento de um novo clube de bridge - Bridge4Fun (B4f). Os requisitos legais para a constituição de uma Associação Desportiva sem fins lucrativos eforam cumpridos, estando a ser ultimado o processo de inscrição do novo clube nas estruturas do bridge desportivo - Associação Regional Bridge Lisboa e Federação Portuguesa Bridge.
Na sequência das iniciativas desenvolvidas pelo grupo B4F ao longo do ano de 2009 e que contaram com a adesão de um número significativo de praticantes, entendemos estarem criadas as condições para dar este passo, porque pensamos ter condições para acrescentar valor ao bridge desportivo. A modalidade necessita urgentemente de uma profunda reflexão, em particular no que respeita a três grandes questões:
- Como divulgar o bridge desportivo de forma a atrair mais praticantes e como criar as condições para a sua evolução técnica.
- Como integrar os novos praticantes na área de competição.
- Como reestruturar o quadro competitivo nacional, tornando as provas mais atractivas, mais competitivas e mais participadas.
Para estas questões não temos soluções milagrosas, mas temos ideias que queremos discutir com as estruturas representativas e com os nossos pares que são os restantes clubes de bridge.
A nossa actividade irá então centrar-se nos seguintes vectores:
- Desenvolver iniciativas desportivas de qualidade, que continuem a merecer a confiança e o apoio dos praticantes.
- Proporcionar aos nossos sócios e aos bridgistas em geral, condições para aumentarem os seus índices técnicos e apoiá-los nas suas acções competitivas, aos mais diferentes níveis.
- Desenvolver acções específicas de captação de novos praticantes, de preferência participando em acções conjugadas com a ARBL, FPB e restantes clubes de bridge.
- Participar activamente na vida federativa, com o peso institucional que nos for conferido pelos nossos praticantes, ajudando a encontrar cenários de consenso que dinamizem a modalidade e que contribuam para o seu crescimento quantitativo e qualitativo.
O Clube de Bridge
O B4F é actualmente dirigido por uma Comissão Instaladora, constituída por Bé Oliveira, Isabel Manso, António Eanes, José Lima e Luís Oliveira. Até ao final do mês de Janeiro estamos a proceder à angariação de sócios e de praticantes que queiram licenciar-se pelo B4F. Findo este período, serão abertas candidaturas para a eleição dos corpos gerentes do clube e dos seus representantes nas estruturas federativas, num processo que queremos que seja emblemático de uma nova forma de entender o movimento associativo no meio bridgístico nacional. Também neste aspecto, queremos marcar a diferença.
Sendo uma Associação Desportiva sem fins lucrativos, o B4F irá cumprir todos os preceitos legais que nos são impostos pela legislação em vigor, pelo que seremos rigorosos na gestão dos orçamentos. Não tendo o lucro como finalidade, todas as mais-valias geradas pela actividade desportiva, quotizações e eventuais patrocínios serão aplicadas no melhoramento das condições disponibilizadas aos sócios, ao nível das instalações, do equipamento desportivo e da formação e aperfeiçoamento dos praticantes.
Na actividade desportiva prevista para 2010, destacamos o Circuito B4F, em barómetro, composto por 12 a 14 provas, com uma classificação acumulada que premiará os praticantes em maior destaque nas diferentes categorias. Iremos ainda organizar uma ou duas provas de equipas, em formato original e alguns torneios de pares especiais, dos quais destacamos a festa que promoveremos em conjunto com o Lusitana Paixão e onde aproveitaremos para distinguir os vencedores do circuito de 2009.
Ser sócio do B4F
Mais do que a componente financeira associada às receitas geradas, ser sócio do B4F será uma forma de dizer sim ao projecto e de nos comprometermos a enriquecê-lo com a nossa colaboração activa.
Quando sonhámos com este projecto, tivemos a ideia de constituir uma grande família de praticantes, que partilhem connosco a paixão pelo bridge desportivo. Uma família de muitas individualidades, com o sentimento e a disponibilidade para construir um projecto comum.
No B4F não haverá nunca lugar a bons e maus, mas antes amigos que, na riqueza da sua diversidade, estão disponíveis para ajudar a erguer um novo clube de bridge que saiba ser, acima de tudo, um CLUBE NOVO!
Sócios do Clube -
A quota de sócio do clube foi fixada, para o ano de 2010, em 40€ anuais, pagos no acto de inscrição no clube.
Sem prejuízo de um estatuto de sócio que será estabelecido pela Direcção que vier a ser eleita para a Direcção do B4F, ser sócio do B4F dá direito a:

Descontos nas actividades desportivas organizadas pelo Clube:
- Nas provas de regularidade, os sócios pagam 5€ por sessão em vez dos 7,5€ para não sócios.
- Em todas as restantes provas ou iniciativas organizadas pelo Clube, incluindo as acções de formação, será mantida a proporcionalidade do desconto referido no ponto anterior.
- Nas iniciativas de formação organizadas pela Escola de Bridge, os sócios do B4F beneficiam dos valores fixados para os acordos de parceria estabelecidos pela Escola.
- Os sócios do B4F que se filiem através do Clube terão um desconto de 25% na quota federativa, total do valor que é restituído pela FPB ao Clube responsável pela inscrição do praticante.
- Estando prevista a celebração, em breve, de um acordo de parceria com um fornecedor de material de torneio (cartas, carteiras, bidding-boxes, etc…), os sócios do B4F terão descontos em todos estes artigos.
Participação nas estruturas representativas do Clube
Qualquer sócio terá direito a candidatar-se às estruturas representativas do clube, nomeadamente a qualquer dos seus órgãos sociais e à representação do clube em sede de AG da ARBL e da FPB.
O Clube manterá um contacto permanente e personalizado com os seus sócios, quer através da disponibilização de uma newsletter mensal, quer por mail ou telefone, com divulgação das provas organizadas pelo B4F e também, para os praticantes licenciados, das provas organizadas pela ARBL e FPB.
Representar o Clube em todas as provas oficiais. Nas provas com quotas de participação, serão analisados os respectivos regulamentos e estabelecidos os critérios desportivos que determinarão essa representação
Apoio técnico
Os sócios do clube terão ainda direito a apoio técnico gratuito às suas actividades desportivas, nomeadamente, na inscrição em provas federativas, na ajuda à elaboração de folhas de convenções e no acesso a um consultório técnico permanente, com o apoio da Escola de Bridge.
Ser filiado através do B4F - um novo conceito
Muitos praticantes se questionam sobre as vantagens em se ser filiado na FPB e as respostas, para muitos é, invariavelmente, NENHUMA.
As razões apresentadas vão desde o desinteresse na participação em torneios federativos ao muito comum argumento de que "…isso só interessa aos praticantes, envolvidos nas selecções nacionais…" ou "…só serve os interesses dos melhores jogadores".
Permitam-nos discordar dos argumentos. Um movimento associativo é, na sua filosofia e no seu programa de acção, o resultado da vontade maioritária dos seus associados. A força das nossas razões só poderá surtir efeito quando defendida dentro das instituições e não fora delas. É a nossa capacidade de defender as nossas ideias e o poder do nosso voto que faz andar a máquina. Se nos demitirmos, não podemos esperar que outros implementem o que julgamos ser o caminho certo. Como a História não se cansa de nos provar, é sempre possível mudar, é sempre possível construir e é muito mais fácil fazê-lo se formos muitos.
Por outro lado, se é certo que nem sempre as coisas correram bem nas estruturas dirigentes do bridge nacional não é menos verdade que a história do bridge é, acima de tudo, a história de muitos que, ao longo dos anos, vêm oferecendo ao bridge desportivo, o seu esforço e a sua dedicação, com um espírito de total amadorismo. Sem eles, há muito que não haveria bridge desportivo, o que quer dizer que há muito não haveria clubes de bridge.
Os actuais dirigentes federativos são um exemplo disto, independentemente das diferenças de opinião relativas a alguns pontos da sua governação, mas que não retiram nenhum mérito ao espírito de missão com que vêm assegurando os seus cargos, numa altura particularmente difícil.
Não pode haver duas leituras sobre este assunto: para sermos melhores temos de ser, antes de tudo, muitos mais.
Mas não se ficam por aqui as razões para se ser filiado porque, ao fazê-lo, estamos a ajudar, em primeira mão, o nosso clube. Desde logo, porque lhe damos a força do voto para defender, nos locais próprios, o seu (nosso) projecto. Por outro lado, porque estamos a contribuir para a sua estabilidade financeira: como sabem, os clubes recebem 25% do valor da quota paga pelo praticante à FPB e, a partir de 2010, 25% do valor das inscrições em provas da ARBL.
Quanto ao B4F, para além de todas estas razões filosóficas, temos outras. Quem nos conhece sabe que temos ideias para o bridge desportivo e capacidade para as implementar. Sabem também que podem contar connosco para as defender com unhas e dentes, mas também para saber encontrar espaços de diálogo e de consenso com outros clubes e com as estruturas federativas de forma a encontrar soluções que tragam valor acrescentado ao bridge nacional.
Mas queremos ir mais longe: o licenciado pelo B4F poderá contar com todo o apoio no seu relacionamento com o bridge federado. Manteremos um canal aberto permanente com todos os licenciados pelo B4F, sócios ou não do Clube, que irá desde a simples disponibilização de informação sobre todos os aspectos da vida federativa, mas também com o apoio técnico necessário ao seu aperfeiçoamento técnico. Ao longo do ano de 2010 iremos organizar diversos workshops com temas que irão abranger uma vasta gama de temas.
Temos muitas ideias mas a sua concretização só será possível CONSIGO!
Vamos, com toda a certeza, ser diferentes. Com o seu apoio e a sua colaboração, conseguiremos SER MELHORES.

Resumo das condições
SÓCIO DO CLUBE DE BRIDGE - 40€/ano, pagos no acto de inscrição
SÓCIO E LICENCIADO NA FPB - 73€/ano, pagos no acto de inscrição. Este valor é o resultado da soma dos 40€ da quotização de sócio, com mais 33€ respeitantes a 75% do valor da quota federativa, abdicando o clube de receber esta importância
LICENCIADO NA FPB - 45€/ano, pagos no acto de inscrição. Para os casos em que os praticantes queiram ser filiados através do B4F sem, contudo, serem sócios do clube.
Conclusão
Pensamos que ficou dito o essencial e que agora falta concretizar, com trabalho, todas as ideias que vos apresentámos. Estamos à vossa disposição para qualquer esclarecimento adicional, certos de que nos iremos encontrar nesta grande família que irá ser o B4F.
Em anexo seguem a s fichas de inscrição no clube e as de licenciamento na FPB através do B4F

Saudações desportivas
A Comissão Instaladora do B4F

ÉPOCA 2010

CIRCUITO B4F

PROVAS ESPECIAIS

CIRCUITO

Classificação acumulada - 2010

Circuito B4F - 1º torneio (3 Fevereiro 2010)

mãos comentadas

Circuito B4F - 2º torneio (24 Fevereiro 2010)

mãos comentadas

Circuito B4F - 3º torneio (19 Março de 2010)

mãos comentadas

Circuito B4F - 4º torneio (31 de Março de 2010)

mãos comentadas

Circuito B4F - 5º torneio (28 Abril 2010)

mãos comentadas

Circuito B4F - 6º torneio (9 Junho 2010)

mãos comentadas

Circuito B4F - 7º torneio (7 Julho 2010)
 

Circuito B4F - 8º torneio (21 Julho 2010)
 

Circuito B4F - 9º torneio (15 Setembro 2010)
 

Circuito B4F - 10º torneio (1 Outubro 2010)
 

PROVAS ESPECIAIS

Bridge às Rodelas - 1º torneio

20 Março 2010

Lusitana Paixão - B4F

16 Maio 2010

Bridge às Rodelas - 2º torneio

data a anunciar

voltar ao topo da página

ÉPOCA 2009

Classificação acumulada do circuito B4F

 

Torneio de abertura B4F (24 Janeiro 2009)

 

Circuito B4F - 1º torneio (11 Fevereiro 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 2º torneio (25 Fevereiro 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 3º torneio (11 Março 2009)

mãos comentadas

Torneio Lusitana Paixão - B4F (28 Março 2009)

Circuito B4F - 4º torneio (22 Abril 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 5º torneio (15 Maio 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 6º torneio (17 Junho 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 7º torneio (8 Julho 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 8º torneio (29 Julho 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 9º torneio (30 Setembro 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 10º torneio (23 Outubro 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 11º torneio (13 Novembro 2009)

mãos comentadas

Circuito B4F - 12º torneio (20 Janeiro 2010)

mãos comentadas
voltar ao topo da página

 

 

CONSULTÓRIO
de
BRIDGE

 

Coloque as suas questões a um dos membros residentes do consultório ou a todo o grupo, como preferir. Nós respondemos

 Bé Oliveira
Monitora da Escola de Bridge

José Moraes
Aulas online

Luís Oliveira
Monitor da Escola de Bridge

Nuno Matos
Do grupo fundador da Escola de Bridge

Para consulta a todo o grupo clique aqui

voltar ao topo da página